Corpo & Saúde

Korin: Uma tilápia livre de antibióticos e hormônios chega ao mercado | Saúde é Vital

como fazer filé de tilápia

A tilápia é o peixe mais consumido no Brasil (Foto: Tomás Arthuzzi/SAÚDE é Vital)

A marca Korin, conhecida por comercializar produtos orgânicos, acaba de lançar a primeira tilápia livre de antibióticos e hormônios. O diretor comercial da empresa, Celso Morinaga, relata que a produção convencional do peixe recorre a esses elementos, principalmente aos hormônios de reversão sexual, que transformam todos os animais em machos. “Eles são mais rentáveis, pois ficam maiores do que as fêmeas”, afirma.

O biólogo Eric Routledge, chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Pesca e Aquicultura, confirma o uso desse tipo de hormônio. “Mas ele é regularizado no mundo inteiro e não traz prejuízos para a saúde humana”, pondera.

Veja também

Além disso, Routledge entende que a aplicação de antibióticos só ocorre em produções que não preconizam um bom manejo.

Independentemente da versão escolhida, a tilápia é pra lá de bem-vinda. Sua carne é magra e suave, sem odor intenso e isenta de espinhas. Só evite fritá-la.

Mostre mais

Revista Oralmédica

É uma publicação impressa e digital da Clínica Oralmédica e da divisão Viaodonto Franquias©. Assuntos de nutrição, psicologia, odontologia, medicina, beleza, bem-estar entre outros de vida e saúde em geral são os principais enfoques, no entanto não substitui em hipótese alguma a consulta profissional.

Artigos relacionados

Fechar